Lucas Fernandes lamenta lesões no São Paulo e relembra drama de não confiar em seu corpo

 

Lucas Fernandes foi um dos grandes destaques de sua geração em Cotia e subiu aos profissionais do São Paulo cercado de muitas expectativas. No entanto, a trajetória do meia na equipe principal do Tricolor ganhou contornos dramáticos com uma série de lesões graves que foram obstáculos para a busca por espaço do jogador.

Em conversa exclusiva com a Gazeta Esportiva, Lucas Fernandes relembrou os momentos de angústia que viveu na equipe do Morumbi, encontrando dificuldade para ter uma sequência de partidas. Apesar da fase delicada, o meia é grato pelos profissionais que o ajudaram nas recuperações.

“Eu subi em um momento muito bom, a gente tinha acabado de ser campeão da Libertadores, ganhamos alguns títulos importantes na base. Então subi com muita confiança, o Bauza me deu total confiança, assim como o grupo. Pude fazer bons jogos, fiz um gol na estreia do Campeonato Brasileiro. Estava em um momento bom e feliz, mas infelizmente veio a lesão no joelho, ninguém espera por isso. Teve a cirurgia no ombro também, que me impediram de manter o bom momento”, afirmou Lucas Fernandes.

“Logo depois que eu voltei, tive mais algumas lesões musculares, por consequência das cirurgias, muito tempo parado. Então não pude confiar 100% no meu corpo, dar o meu melhor. Estava sempre com dor. Foi difícil para mim, nenhum jogador quer machucar, mas infelizmente são coisas que acontecem. Sou muito grato ao São Paulo e aos profissionais que me ajudaram nesses momentos difíceis, sempre estavam do meu lado”, completou.

Pelo Tricolor, Lucas Fernandes disputou 53 partidas oficiais e marcou dois gols. O jogador se despediu definitivamente do clube no ano passado, quando foi vendido ao Portimonense, do Portugal, equipe pela qual já havia atuado por empréstimo na temporada anterior, por um valor próximo a dez milhões de reais. O São Paulo permaneceu com 50% dos direitos econômicos do atleta.