Jônata é destaque do sub-23 do Estoril de Portugal

 

O atacante Jônata realizou rapidamente alguns de seus sonhos de infância. Com apenas 20 anos ele se profissionalizou no Cruzeiro, jogou partidas do Campeonato Brasileiro e foi atuar na Europa.

Em Portugal desde janeiro, o brasileiro é o artilheiro do Estoril na liga nacional Sub-23 e é visto com uma joia de futuro para o time, que atualmente está na segunda divisão.

Autor de cinco gols na chamada Liga Revelação, Jônata é titular e atuou em 11 dos 14 jogos do Estoril na competição. O brasileiro se divide entre o time principal e o Sub-23, mas atua mais na equipe de baixo para manter o ritmo de jogo. Com a boa campanha do Estoril na Segunda Liga, o técnico Luís Freire não tem rodada tanto o elenco de cima. Mas mesmo assim Jônata vai mostrando que está bem adaptado ao país.

“Não é difícil sair do Brasil e ir para Portugal porque comida e língua são bem parecidos. Só o clima que muda bastante, mas consegui levar na boa. Estou bem tranquilo aqui e feliz porque as coisas têm dado certo”, falou o atacante, revelado pelo CRB e que ainda na base chegou ao Cruzeiro.

Se fora de campo os países se parecem, dentro das quatro linhas as coisas mudam um pouco, mas nada que seja empecilho para o camisa 9.

“Aqui eles valorizam muito as questões táticas. Não que não tenha no Brasil, mas em Portugal se aplica bastante. Os jogos são muito estratégicos e é preciso cumprir bem o que o treinador pediu. Eles são bastante rigorosos. Dá pra comparar também que aqui há mais contato e entrega e no Brasil há mais talento que desequilibra”, disse Jônata.

Natural de Pilar, Alagoas, o atacante do Estoril atuou nas categorias de base do CRB e chegou a marcar um gol pelo profissional, no triunfo por 5 a 1 diante do Murici pelo estadual de 2016. De lá, Jônata foi emprestado para o Cruzeiro que disputaria o Campeonato Brasileiro Sub-20. Os cinco gols marcados na campanha do título fizeram Mano Menezes colocá-lo no time principal.

“Só tenho a agradecer ao CRB e ao Cruzeiro. Pude conviver com atletas experientes nos dois clubes que me fizeram amadurecer mais rápido. O fato de jogar partidas grandes, principalmente do Campeonato Brasileiro, me fez ficar mais experiente e isso tem me ajudado nessa adaptação a Portugal. Quando cheguei aqui eu já sabia o que iria encarar e como passar por cima das adversidades. Quero continuar ajudando o Estoril na Liga Revelação para chegar ao time de cima o mais rápido possível”.

Na Liga Sub-23, o Estoril está na quarta colocação com 25 pontos, apenas três abaixo do líder Benfica. Já na Segunda Liga, o time principal do Estoril está na terceira posição, com 17 pontos, e briga pelo retorno à elite nacional.